Warning: A non-numeric value encountered in /home/hvm/www/site/wp-content/themes/Divi-2-5-3/functions.php on line 5560

ORIENTAÇÕES PARA ATENDIMENTO CIRÚRGICO

ORIENTAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS

Para um melhor conforto e segurança para o seu pet que será submetido a um procedimento anestésico-cirúrgico pedimos para seguir corretamente as orientações:

  1. Trazer o paciente em jejum alimentar de 12 horas e de água com no mínimo de 6 horas.
  2. Trazer o paciente banhado para a cirurgia (banho de até um dia antes da cirurgia), preferencialmente com sabonete ou xampú anti-séptico – por exemplo, a base de clorexidine ou triclosano, como Hexadene, Soapex, Protex ou Proderme.
  3. Se o procedimento cirúrgico requerer o uso do colar elizabetano, favor trazer o mesmo no dia da cirurgia. Para ter certeza, pergunte ao Médico Veterinário se será necessário o uso do colar.

 

ORIENTAÇÃO ANESTÉSICA E CIRÚRGICA

O paciente após o retorno da anestesia, poderá ficar confuso e não reconhecer seu dono. Pedimos para que tenha cuidado ao manipulá-lo para evitar mordidas involuntárias, apenas manipule o paciente caso necessário e não deixe de supervisionar o paciente até retorno de normal do paciente.

No processo de recuperação anestésica, o paciente pode também apresentar andar descoordenado. Pedimos para mantê-lo em local baixo, onde não corra o risco de cair, como também em um ambiente sem muitos estímulos auditivos e visuais para que o seu pet tenha um retorno anestésico tranquilo.

Mantenha o paciente aquecido. Sugerimos trazer um cobertor ou manta para que o aquecimento seja mantido no transporte.

A administração de alimento e água pode ser feita logo após que ele levantar, porém desde que o mesmo os procure. Nunca force água, alimento e/ou medicamento no período pós-operatório imediato, pois ele pode engasgar e asfixiar.

A limpeza da ferida cirúrgica deve ser feita de acordo com a recomendação dada pelo médico veterinário com o retorno do paciente ao hospital após 15 dias da cirurgia para a avaliação da cicatrização e retirada de pontos.

 

Atenção

Informamos que qualquer procedimento cirúrgico envolve riscos anestésicos, cirúrgicos e pós-cirúrgicos.

O internamento do paciente no hospital deverá a partir 11:00 horas da manhã, até o horário de 12 horas, período suficiente para os casos de atrasos.

O paciente que não for internado no período de horário estabelecido. A cirurgia estará sujeita a remarcação.

O sucesso da cirurgia  principalmente as ortopédicas depende também da contribuição do proprietário no pós-cirúrgico.

Todas as cirurgias são agendadas para às tardes de 13 às 16 horas. obedecendo a ordem de chegada e/ou gravidade do caso.

Para os casos de cirurgias de emergência, as cirurgias de caráter eletivo poderão sofrer atraso ou até mesmo serem remarcadas.

Dependendo da gravidade do quadro clínico do animal ou do tipo de cirurgia, veterinário cirurgião irá informar a necessidade do internamento do paciente após o ato cirúrgico, ou em casos de intercorrência durante e/ou após o ato cirúrgico. O custo da internação será informado ao proprietário e incluído nas despensas do paciente.